Compostos com Xenônio

Autor: Júlio Carlos Afonso

Este texto (adaptado) foi publicado originalmente na excelente página do Facebook "Química Analítica Qualitativa Inorgânica UFRJ" (https://www.facebook.com/QualitativaInorgUfrj/)

Quem achava que os gases nobres não eram reativos por terem as suas camadas externas (ns2np6, n = 2 a 6; 1s2 no caso do hélio) totalmente preenchidas (a famosa regra do octeto), teve essa crença desfeita em 1962 quando o primeiro composto verdadeiro de um gás nobre foi preparado mediante reação de PtF6 (hexafluoreto de platina, mais oxidante que o próprio diflúor, F2) e xenônio à temperatura ambiente. Forma-se um sólido amarelo cuja fórmula atribuída era XePtF6 (a fórmula real é mais complexa que isso).


Hoje existe uma Química bem extensa do xenônio e alguma coisa do criptônio, gás nobre que o precede no grupo 18 da Tabela Periódica. A química do radônio é pobre devido à instabilidade de seus isótopos, todos radioativos (o de meia-vida mais longa é o 222Rn: 3,823 dias), poucos compostos foram preparados mas espera-se que o radônio seja mais reativo que o xenônio. Dos gases mais leves, os primeiros compostos de argônio, muito instáveis, foram preparados recentemente, e só são estáveis a temperaturas baixíssimas.


Na imagem abaixo são apresentadas algumas fotos de compostos de xenônio. Da esquerda para a direita: XeF2 (difluoreto de xenônio, disponível comercialmente), XeF4 (tetrafluoreto de xenônio), XeO4 (tetróxido de xenônio). Há ainda o hexafluoreto XeF6 e o trióxido XeO3, dentre cerca de 80 compostos hoje conhecidos.


Os três fluoretos de xenônio são produzidos por síntese direta:


Xe + nF2 = XeF2n (n = 1, 2 ou 3), sob ação de descarga elétrica ou aquecimento a alta temperatura, por exemplo. O óxido XeO3 é obtido por hidrólise controlada do XeF6. O tetróxido possui uma rota sintética mais complicada.


Os fluoretos são sólidos manipuláveis, mas exigem muito cuidado com a segurança porque são bastante reativos. Já o tetróxido é PAVOROSAMENTE EXPLOSIVO.

Site mais bem visualizado no Google Chrome

É proibida a utilização do material existente neste site para fins lucrativos.



O conteúdo pode ser utilizado por qualquer pessoa, desde que de forma pessoal e a fonte seja citada. Qualquer outra utilização do material encontrado nesse site deverá ser solicitada ao autor.



Caso algum conteúdo aqui publicado não tenha recebido o devido crédito, por gentileza,