Cis e Transplatina

Autor: Júlio Carlos Afonso

Este texto (adaptado) foi publicado originalmente na excelente página do Facebook "Química Analítica Qualitativa Inorgânica UFRJ" (https://www.facebook.com/QualitativaInorgUfrj/)

O cloreto de platina(II), PtCl2, forma dois compostos isômeros na presença da amônia, cis e transplatina, Pt(NH3)2Cl2, cujas fórmulas estruturais e nomes oficiais IUPAC estão na figura abaixo. Esses compostos, de cores diferentes, possuem geometria quadrado planar, o que explica a existência desses dois isômeros segundo a disposição dos grupos -Cl e -NH3 em torno do átomo de platina.
 

Na década de 1960, descobriu-se que a cisplatina tinha atividade antitumoral, enquanto que o outro isômero é inativo. Apesar de sérios efeitos colaterais, a cisplatina é até hoje usada em terapia de diversos tipos de câncer. 

Outros derivados da cisplatina vêm sendo testados para esse mesmo fim, com menos efeitos colaterais. Veja um artigo superinteressante sobre esse tema:


http://qnint.sbq.org.br/qni/visualizarTema.php?idTema=31 e http://pt.wikipedia.org/wiki/Cisplatina

Site mais bem visualizado no Google Chrome

É proibida a utilização do material existente neste site para fins lucrativos.



O conteúdo pode ser utilizado por qualquer pessoa, desde que de forma pessoal e a fonte seja citada. Qualquer outra utilização do material encontrado nesse site deverá ser solicitada ao autor.



Caso algum conteúdo aqui publicado não tenha recebido o devido crédito, por gentileza,