Cis e Transplatina

Autor: Júlio Carlos Afonso

Este texto (adaptado) foi publicado originalmente na excelente página do Facebook "Química Analítica Qualitativa Inorgânica UFRJ" (https://www.facebook.com/QualitativaInorgUfrj/)

O cloreto de platina(II), PtCl2, forma dois compostos isômeros na presença da amônia, cis e transplatina, Pt(NH3)2Cl2, cujas fórmulas estruturais e nomes oficiais IUPAC estão na figura abaixo. Esses compostos, de cores diferentes, possuem geometria quadrado planar, o que explica a existência desses dois isômeros segundo a disposição dos grupos -Cl e -NH3 em torno do átomo de platina.
 

Na década de 1960, descobriu-se que a cisplatina tinha atividade antitumoral, enquanto que o outro isômero é inativo. Apesar de sérios efeitos colaterais, a cisplatina é até hoje usada em terapia de diversos tipos de câncer. 

Cisplatina e Transplatina

Outros derivados da cisplatina vêm sendo testados para esse mesmo fim, com menos efeitos colaterais. Veja um artigo superinteressante sobre esse tema:


http://qnint.sbq.org.br/qni/visualizarTema.php?idTema=31 e http://pt.wikipedia.org/wiki/Cisplatina